para doar sangue tem que ir em jejum

Doa??o de Sangue: Por que é necessário estar em jejum?

Introdu??o:
A doa??o de sangue é um ato de solidariedade e empatia que salva milh?es de vidas em todo o mundo. Antes de doar, entretanto, é imprescindível seguir algumas recomenda??es médicas para garantir a seguran?a tanto do doador quanto do receptor. Uma das regras mais comuns é a obrigatoriedade de estar em jejum no momento da doa??o. Neste artigo, exploraremos as raz?es por trás dessa condi??o e sua importancia para o processo de coleta.

I. A importancia do jejum na doa??o de sangue

1. Preven??o de rea??es adversas:
Ao doar sangue, há sempre o risco de ocorrerem rea??es adversas durante ou após o procedimento. Estar em jejum ajuda na diminui??o dessas complica??es, pois o alimento no est?mago pode interferir negativamente no processo, aumentando o risco de náuseas, v?mitos ou tonturas.

2. Obten??o de resultados confiáveis:
O jejum também é essencial para realizar exames laboratoriais no sangue colhido. Muitos bancos de sangue aproveitam a oportunidade da doa??o para realizar testes adicionais, como de doen?as transmissíveis, como o HIV ou hepatite. A ausência de alimentos no est?mago garante resultados mais precisos e evita falsos positivos ou falsos negativos.

II. O período de jejum recomendado

1. Prazo adequado:
Geralmente, é indicado ficar em jejum por um período de 8 a 12 horas antes da doa??o. Essa restri??o garante que o alimento já tenha sido absorvido pelo organismo, evitando interferências na análise laboratorial e reduzindo as chances de complica??es durante a doa??o.

2. Hidrata??o permitida:
Enquanto é necessário estar em jejum em rela??o aos alimentos sólidos, é importante destacar que a hidrata??o é permitida e até mesmo incentivada antes da doa??o. Beber água ajuda a aumentar o volume do plasma sanguíneo, facilitando a retirada do sangue sem causar desconforto ou problemas para o doador.

III. Possíveis complica??es devido à falta de jejum

1. Comprometimento da qualidade do sangue doado:
A presen?a de substancias provenientes dos alimentos no sangue pode afetar negativamente sua qualidade. O recebimento de uma doa??o contaminada ou com altera??es pode representar riscos ao receptor, comprometendo a eficácia do tratamento e a seguran?a do paciente.

2. Efeitos adversos para o doador:
Embora seja raro, a falta de jejum pode ocasionar náuseas, desmaios, tonturas ou até mesmo v?mitos durante o processo de doa??o. Além disso, a recupera??o pós-doa??o pode ser mais lenta e desconfortável para aqueles que n?o respeitaram o período indicado de jejum.

Conclus?o:
Em suma, seguir o jejum recomendado antes de realizar a doa??o de sangue é fundamental para garantir a seguran?a e a eficácia desse procedimento t?o valioso. Ao fazer isso, o doador contribui para o fornecimento de sangue de qualidade, aumentando as chances de salvar vidas. Portanto, é imprescindível que todos estejam cientes da importancia do jejum e sigam essa regra antes de doar.

Swiftray Theme Powered by  WordPress